Av. Paulista, 1313 - 8º andar - conjunto 801 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Lucro da CSN cresce mais de 12 vezes no trimestre e soma R$ 1,5 bilhão

15.05.2018 | | Notícias de Mercado

SÃO PAULO – A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) registrou lucro líquido de R$ 1,48 bilhão no primeiro trimestre de 2018, mais de 12 vezes (1.159%) superior ao lucro líquido de R$ 117,6 milhões obtido no mesmo trimestre de 2017.

Parte do aumento na última linha do balanço se deu pelo ganho auferido em atualização do valor das ações da Usiminas, que passaram a ser registradas no resultado por conta de norma IFRS9, diz comunicado da CSN.

A receita líquida da companhia ficou em R$ 5,06 bilhões entre janeiro e março, ante R$ 4,41 bilhões um ano antes, uma alta de 15%.

O custo de vendas cresceu 19,1%, indo de R$ 3,09 bilhões no primeiro trimestre de 2017 para R$ 3,68 bilhões em igual intervalo do calendário atual.

O lucro bruto da companhia ficou praticamente estável na comparação anual, em R$ 1,31 bilhão.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 1,24 bilhão, em queda de 7% sobre o resultado do primeiro trimestre de 2017, de R$ 1,33 bilhão.

O ajuste no Ebitda é feito pela CSN excluindo a participação em investimentos e outras receitas ou despesas operacionais, para não participar do cálculo de geração recorrente de caixa operacional.

As vendas de aço da companhia totalizaram 1,27 milhão de toneladas no primeiro trimestre deste ano, em alta de 7% sobre o 1,19 milhão de toneladas um ano antes. Já as vendas de minério avançaram 3% na comparação anual, para 7,47 milhões de toneladas.

A dívida líquida ajustada da CSN ao fim de março estava em R$ 26,5 bilhões, em alta de 1% sobre o montante observado ao fim de dezembro de 2017.

A alavancagem da companhia (dívida/Ebitda) chegou a 5,82 vezes no primeiro trimestre deste ano, ante 5,45 vezes um ano antes.

Fonte: Valor Econômico
Data: 15/05/2018