Av. Paulista, 1313 - 9º Andar - Conjunto 912 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Audiência pública presta esclarecimentos sobre aquisição de trens e sistemas

27.07.2007 | | ABIFER News

Na manhã desta segunda-feira [23/07], foi realizada uma audiência pública para tratar da aquisição de novos trens e sistemas para a CPTM e Metrô, no auditório Mezanino do Edifício Cidade I.Preparados em conjunto, os quatro editais procuram atender os programas de investimentos 2007/2010 das duas empresas, entre eles acelerar o processo de modernização da malha da CPTM, expandir o Metrô e racionalizar o transporte sobre pneus, na forma dos seguintes projetos: modernização da Linha D [Luz-Rio Grande da Serra] e implantação do Expresso ABC, implantação do Expresso Aeroporto e do Trem de Guarulhos, modernização das Linhas A [Luz-Francisco Morato], C [Osasco-Jurubatuba] e F [Brás-Calmon Viana], da CPTM e das Linhas 1-azul, 2-verde e 3-vermelha, do Metrô, expansão das Linhas 2-verde e 5- lilás, do metrô, implantação da Linha 4-amarela, implantação do corredor noroeste, na região metropolitana de Campinas e implantação do Sistema Integrado Metropolitano [SIM], da Baixada Santista.No tocante a CPTM, para atingir os objetivos está prevista a aquisição de 40 trens [20 para a Linha F, 16 para a Linha A e 4 para a Linha C], intervenção nos sistemas de sinalização e controle, alimentação de energia elétrica e telecomunicações. Com isso, o cenário projetado para o sistema sobre trilhos, nas seis linhas em questão, terá um acréscimo de 40% de usuários, transportados com os níveis de conforto adequados.Esse programa está orçado em R$ 16,3 bilhões, sendo que a principal fonte será o tesouro do Governo do Estado de São Paulo, que contribuirá com recursos da ordem de 40% do total. O sistema de transporte sobre trilhos da região metropolitana de São Paulo tem, atualmente, uma extensão de 314,7 km de trilhos, 141 estações, oito terminais e transporta por dia útil, aproximadamente, seis milhões de passageiros. Entre as especificações técnicas dos trens, passadas por Cláudio Sumida, chefe do Departamento de Manutenção de Material Rodante, estão: atendimento à NBR 14021, que dispõe sobre acessibilidade, instalação, na cabine, de monitor para acompanhamento do CFTV [Circuito Fechado de TV], com imagens do salão de passageiros, ar refrigerado e sistema de combate a incêndio [acionado pelo maquinista], entre outras. A assinatura do contrato está prevista para janeiro de 2008, sendo que a entrega dos cinco primeiros trens deverá ocorrer em agosto de 2009, e os cinco últimos em março de 2010. No total, a empresa irá adquirir 320, dos 422 carros que estão sendo licitados.Nilton Herculin, gerente de Engenharia de Sistemas, apresentou os detalhes para as intervenções, com prazo até maio de 2010, em sistemas. Entre elas a construção de novas subestações e revitalização de outras existentes, instalação de posto de comando local em estações e substituição de centrais telefônicas. A rede deverá operar com um intervalo de três minutos, o que proporcionará uma maior oferta de lugares, aumentará a confiabilidade e melhorará a taxa de ocupação nos trens. Sergio Correa Brasil, do Metrô, e Reinaldo Dinamarco, da CPTM, falaram sobre as principais características da modelagem da licitação dos trens e dos sistemas das duas empresas, respectivamente. Os vencedores deverão atender às seguintes exigências: desenvolvimento do projeto, fabricação e fornecimento dos equipamentos, testes de fábrica e dinâmicos, fornecimento de simulador, sobressalentes obrigatórios, assistência técnica, além de manuais de operação, manutenção e treinamento. Trata-se de uma concorrência internacional, sendo permitida a formação de consórcio para a licitação do tipo menor preço. A publicação do edital deve acontecer em agosto deste ano, o recebimento das propostas em outubro e a assinatura do contrato em janeiro de 2008.