Av. Paulista, 1313 - 9º Andar - Conjunto 912 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Com aumento de 87,5% na tarifa, melhorias no Metrô do Recife devem ocorrer a partir de 2019, diz CBTU

11.05.2018 | | Não categorizado

Após o anúncio do aumento de 87,5% no valor da tarifa do Metrô do Recife, que passa de R$ 1,60 para R$ 3 a partir de sexta (11), a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) informou que o usuário poderá perceber melhorias no sistema metroviário a partir de 2019. Segundo o superintendente Leonardo Villar Beltrão, o preço cobrado pelo transporte no Grande Recife é “social”, se comparado a outras regiões do Brasil.

“De todos os usuários do metrô, 56% não pagam nada, porque entram por meio do ônibus e dos terminais de integração.
É uma tarifa, ainda, muito social. É por isso também que você paga uma tarifa de ônibus muito baixa. Se paga só R$ 3,20 para circular em toda a Região Metropolitana”, ressaltou em uma coletiva de imprensa nesta terça (8), um dia após o anúncio do aumento da tarifa do Metrô do Recife.

Na ocasião, o superintendente informou que segurança e melhoria na infraestrutura dos trens e das estações são as prioridades para os futuros investimentos no sistema metroviário no Grande Recife. Ele ressaltou, porém, que qualquer mudança no orçamento do metrô precisa vir do governo federal, que recolhe toda a arrecadação.

“Tudo é uma questão política para decidir como será o orçamento anual do metrô, mas o aumento deve refletir na receita de 2019. A melhoria deve ser feita de médio a longo prazo. Só se consegue uma região metropolitana de qualidade com metrô. Poucas capitais têm um metrô e temos que dar nossa contribuição para que ele possa melhorar”, afirmou Leonardo Villar Beltrão.

Segundo o superintendente, a arrecadação anual do metrô, com a passagem a R$ 1,60, é de R$ 66 milhões. Com o aumento, o valor deve subir para R$ 110 milhões.

“O dinheiro que nos é passado é muito maior que o valor que o metrô arrecada. Mais de R$ 300 milhões retornam para os nossos cofres, para manutenção do metrô. Desde 2016, temos feito melhorias naquilo que os usuários mais reclamam, como elevadores e escadas rolantes. Em 2016, tínhamos quase 100% desses equipamentos paralisados e, hoje, eles funcionam em 90%”, disse.

Aumento

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) anunciou o aumento na tarifa do Metrô do Recife na segunda (7). De acordo com a companhia, o último reajuste na capital pernambucana ocorreu há seis anos, quando a passagem passou de R$ 1,50 para R$ 1,60. O sistema metroviário no Grande Recife, que tem duas linhas principais e 37 estações, transporta cerca de 400 mil pessoas por dia.

Em comunicado divulgado à imprensa, a CBTU informou que o reajuste afeta também os sistemas de Belo Horizonte, João Pessoa, Natal e Maceió. Segundo o órgão, em João Pessoa, Maceió e Natal, as tarifas estão congeladas há 15 anos e, em Belo Horizonte, há 12 anos. A nota traz ainda que o reajuste na tarifa “busca o fortalecimento do transporte de passageiros sobre trilhos, sendo medida fundamental para continuidade da operação e manutenção do serviço prestado”.

Fonte: G1
Data: 08/05/2018