Av. Paulista, 1313 - 8º andar - conjunto 801 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Gestão Doria pode usar expediente raro para retomar obras da Linha 6-Laranja

12.02.2019 | | Uncategorized

O Metrô de São Paulo pode assumir as construções da Linha 6-Laranja. Os trabalhos estão parados desde setembro de 2016, quando o consórcio Move São Paulo, responsável pela construção da linha, anunciou a suspensão das obras por tempo indeterminado, devido à falta de verbas por problemas de financiamento.

Segundo coluna do site BR18, o secretário de Transportes do governo de São Paulo, Alexandre Baldy, apresentou uma proposta à Procuradoria-Geral do Estado de desapropriar a linha metroviária que ligará a Brasilândia até a estação São Joaquim. A caducidade da parceria público-privada foi decretada em dezembro.

Se a medida for acatada, as obras seriam retomadas imediatamente pelo próprio Metrô, e então uma nova licitação para a concessão seria iniciada não contemplando as construções. A medida vinha sendo estudada pela equipe de transição do então governador eleito, João Doria, em novembro.

A intenção de tocar as obras por recursos próprios já havia sido levantada pelo ex-governador Geraldo Alckmin no começo de 2018.

Caso a intenção do secretário não prospere, representantes do governo estadual temem um atrasos de pelo menos dois anos e meio na obra. Segundo ainda a coluna, o dinheiro da desapropriação do consórcio seria pago em juízo. A desapropriação seria feita com um decreto de interesse público.

As obras da Linha 6-Laranja foram iniciadas em abril de 2015, com previsão de término estimada para o ano de 2021.

 

Fonte: Metrô/CPTM

Data: 11/02/2019