Av. Paulista, 1313 - 8º andar - conjunto 801 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Plano de Mobilidade para o ABC é apresentado pelo Estado aos prefeitos

17.09.2019 | | Notícias do Mercado

O Plano de Mobilidade para o Grande ABC, anunciado em julho pelo governador João Doria, foi detalhado pelo secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em reunião realizada nesta quinta-feira (12/9) com os prefeitos da região no Consórcio Intermunicipal Grande ABC.

Durante o encontro, Baldy apresentou detalhes do projeto para implantação do BRT (sigla em inglês para transporte rápido por ônibus) que ligará São Bernardo do Campo à capital, passando por Santo André e São Caetano do Sul. Segundo o secretário estadual, a expectativa da pasta é iniciar as obras do sistema no primeiro semestre de 2020.

Baldy ressaltou que o projeto está sendo aperfeiçoado e contará com contribuições de uma comissão do Consórcio ABC, que deve ser formada inicialmente por secretários e técnicos dos municípios da região e posteriormente por parlamentares e prefeitos.

“O Governo do Estado de São Paulo está modelando o projeto do BRT para que possa ser licitado até dezembro de 2019. Inclusive, já houve alteração naquela que foi a divulgação inicial, incluindo algumas estações para que o destino não seja somente a Estação Tamanduateí, mas sim o terminal Sacomã, integrando com o Expresso Tiradentes, em São Paulo”, afirmou o secretário estadual.

O traçado apresentado prevê 20 paradas, sendo 17 nas cidades do Grande ABC e outras três na capital. Além de trajetos com embarque e desembarque em todas as estações, o serviço deve contar com viagens expressas, entre o Centro de São Bernardo do Campo e o terminal Sacomã, e semiexpressas, com somente quatro paradas. O investimento estimado é de R$ 860 milhões, e a previsão é de que a implementação ocorra em 18 meses, a partir do início de sua construção.

O pacote para a mobilidade do Grande ABC também inclui a modernização da Linha 10-Turqueza da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que liga a Estação Brás a Rio Grande da Serra, passando também por São Caetano, Santo André, Mauá e Ribeirão Pires.

A previsão é que o traçado ganhe uma nova estação (na região da antiga parada Pirelli, desativada em 2006) e investimentos em novas composições e sistema elétrico mais eficiente, que deve garantir maior velocidade nas viagens.

O plano da Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos para o Grande ABC também inclui a construção de uma linha de Metrô que vai ligar a região do Rudge Ramos, em São Bernardo, com o bairro da Lapa, na zona oeste da capital, sendo alimentada pelo BRT ABC e com integração na Linha 1-Azul do Metrô.

“O Governo do Estado está ampliando a oferta de modais com alta capacidade de transporte de passageiros no Grande ABC. Isso tudo será acompanhado de perto pelos técnicos das prefeituras, que também darão sugestões para que os projetos tenham a maior eficiência possível”, afirmou o presidente do Consórcio ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra.

A reunião com o secretário estadual também contou com a presença dos prefeitos de São Bernardo, Orlando Morando, de São Caetano, José Auricchio Júnior, de Diadema, Lauro Michels, de Mauá, Atila Jacomussi, de Ribeirão Pires, Adler Teixeira – Kiko, e da vice-prefeita de Rio Grande da Serra, Marilza de Oliveira. Também participaram do encontro secretários municipais das sete cidades e a deputada estadual Carla Morando.

 

Data: 13/09/2019

Fonte: ABC do ABC