Av. Paulista, 1313 - 9º Andar - Conjunto 912 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Indústria ferroviária apresenta novidades

07.12.2006 | | ABIFER News

Sistemas de telecomunicações para aplicações ferroviárias, estações inteligentes, sinalização e automação, para operação em transporte de passageiro, materiais e tecnologias utilizadas em metrôs e Veículos Leves sobre Trilhos (VLT’s). Estas foram algumas das novidades apresentadas pela indústria ferroviária no Painel “Tecnologias de Transportes Urbanos sobre Trilhos“, no segundo dia do Seminário Curitiba nos Trilhos, que está sendo feito em Curitiba. O painel, que foi coordenado pelo representante da Alstom, Ruy Grieco, enfocou quatro pontos específicos para implantação de um sistema de metrô. Segundo Grieco, a indústria está muito bem equipada, tem toda infra-estrutura, da sinalização ao material rodante, para a construção de um sistema metroviário. “Somos referência mundial no sistema de segurança e exportamos desde a sinalização a trens completos para vários países“, afirma.O tema Sistema Fixo para Transporte de Passageiro ficou a cargo do representante da Siemens, Rezier Possidente, que mostrou a importância da informação, segurança e controle nos sistemas metroviários e suas novidades. Ele falou da importância da informação ao passageiro e da cronometria para que o trem siga o headway planejado. Sobre segurança, o especialista afirmou que com a telefonia de emergência, o circuito fechado de TV e a troca de informações com cabines de controle permitem conseguir um índice satisfatório. “O sistema de vídeo inteligente consegue detectar situações anormais do sistema“.O representante da Bombardier, Marcelo Zugaiar, explanou sobre a Sinalização e Automação para Operação em Transporte de Passageiro. Ele apresentou na palestra a condução automática dos trens e as estações inteligentes. Zugaiar falou dos tipos de condução e blocos móveis e fixos. As estações inteligentes têm controle de acesso de passageiros, alteração do distanciamento dos trens, alteração da velocidade das escadas rolantes, portas nas plataformas, que já são utilizados em vários metrôs do mundo, a exemplo de Londres, (Paris).“As vantagens dessa estação são que ela evita acidentes com usuários, permite que os trens entrem nas estações em alta velocidade e reduz o vento e a pressão causada pelo movimento dos trens“, explica. Sobre o sistema de Vigilância, Zugaiar disse que a instalação de câmaras em pontos estratégicos do sistema ferroviário garante melhor monitoramento do sistema e maior conforto e segurança ao usuário.