Av. Paulista, 1313 - 8º andar - conjunto 801 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Leitão diz que expansão de ferrovia em MT também vai baratear custos de produção

11.09.2018 | | Notícias de Mercado

O candidato a senador, Nilson Leitão (PSDB), participou, esta manhã, do ‘Fórum Pró-Ferrovia’, a convite da Câmara dos Dirigentes Lojistas Cuiabá (CDL) que aborda a expansão da ferrovia senador Vicente Vuolo (Ferronorte) de Rondonópolis até Cuiabá e, posteriormente, a Sorriso.

“A chegada da ferrovia até Cuiabá não é apenas um sonho ou um desejo da população da ‘Baixada Cuiabana’, mas uma necessidade para o desenvolvimento de Mato Grosso. Além de contribuir para o escoamento da safra e barateamento do frete, a ferrovia traz os insumos para nossa produção. Não tenho dúvidas de que esse investimento vai gerar mais emprego e renda, além baratear o custo dos produtos que importamos, da mesma forma em que trará mais competitividade para nossa produção”, analisou Leitão.

De acordo com ele, é preciso considerar que Mato Grosso tem sido o ‘fiel da balança’ comercial brasileira. Em todo ano passado a balança registrou um saldo positivo de US$ 67 bilhões – o melhor resultado para um ano fechado desde o início da série histórica do Ministério, em 1989. Dados da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) revelam que a participação do agronegócio na balança comercial brasileira chega a aproximadamente 45%. Em Mato Grosso, a participação no saldo teve um aumento de 13,13%.

Nilson reforçou que a previsão é de que sejam colhidas mais de 31 milhões de toneladas de soja na atual safra; mais de 24 milhões toneladas de milho, mais de 20 milhões toneladas de cana de açúcar; mais de 3 milhões toneladas de algodão e 514 mil toneladas de arroz, segundo dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o Movimento Pró-Logística, a Ferrovia Vicente Vuolo é a única em operação em Mato Grosso. Também conhecida como Ferronorte, o modal liga Rondonópolis, região Sudeste do Estado à divisa de São Paulo com o Mato Grosso do Sul, extensão de 754 km entrando pela Malha Paulista até o porto de Santos, com uma extensão de 820 km, totalizando 1.574 km. A ferrovia transporta anualmente 15 milhões de toneladas de grãos e farelo, tem como projeto em 2025 estar transportando 35 milhões de toneladas, informa a assessoria.

O fórum reúne lideranças políticas, empresariais, do agronegócio e diretores da companhia que opera a malha viária em Mato Grosso.

Fonte: Só Notícias
Data: 10/09/2018