Av. Paulista, 1313 - 8º andar - conjunto 801 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Log-In anuncia EBITDA ajustado de R$ 19 milhões, com movimentação total de 102 mil TEUs

02.08.2007 | | ABIFER News

A Log-In Logística Intermodal, empresa pioneira na oferta de soluções integradas de transporte de contêineres no mercado brasileiro, fechou o segundo trimestre de 2007 com EBITDA ajustado de R$ 19 milhões, contra um resultado negativo de R$ 8,3 milhões no mesmo período do ano passado. Esse crescimento levou a margem EBITDA ajustada para 20,8% (contra um resultado negativo de 9,9% no 2T06). No segundo trimestre, a empresa movimentou 102.423 TEUs (unidade que corresponde a um contêiner de 20 pés) significando um aumento de 7,9% em relação ao mesmo período do ano passado. A receita operacional bruta da Log-In foi de R$ 104 milhões, resultado 8,3% superior ao registrado no mesmo período de 2006. O resultado reflete o bom aproveitamento, por parte da Log-In, do crescimento do volume de negócios (impulsionado pelo aquecimento do comércio exterior brasileiro, segmento responsável por 59,4% da receita obtida pela empresa entre abril e junho de 2007), apoiado por iniciativas de melhoria de produtividade, redução de custos e implementação de novos processos de gestão. O Terminal de Vila Velha (TVV), no Espírito Santo, de propriedade da Log-In, apresentou um crescimento de 13,1% em sua receita bruta, que foi de R$ 37,9 milhões no 2T07, contra R$ 33,5 milhões no mesmo período do ano passado. O terminal, que movimentou 69.386 TEUs contra 60.965 TEUs no mesmo período de 2006, obteve também ganhos de eficiência que se refletiram em uma redução de 8,9% em seus custos, principalmente devido a menores gastos com carga e descarga e serviços contratados. O tempo médio de espera na barra para atracação dos navios conteineiros no terminal, um importante indicador de nível de serviço, foi reduzido de 10,3 horas no 2T06 para 30 minutos no 2T07. O TVV registrou 46,5 movimentos/hora em abril, obtendo o segundo lugar no ranking de produtividade da Associação Brasileira dos Terminais de Contêineres de Uso Público (Abratec). A receita bruta obtida no serviço de Navegação Costeira, realizado por cinco navios afretados que ligam portos brasileiros à Argentina, cresceu 4,6% em relação ao segundo trimestre de 2006, totalizando R$ 47,7 milhões. Esse resultado decorre, principalmente, do maior volume transportado nas rotas mais longas. A navegação costeira também obteve redução de custos da ordem de 6,5% no segundo trimestre desse ano, em relação ao mesmo período de 2006. O serviço Trem Expresso (trens diários que ligam o porto de Santos ao Centro-Oeste e a Camaçari, na Bahia, e o porto de Vitória ao Triângulo Mineiro), manteve receita semelhante à do segundo trimestre do ano passado (R$ 16 milhões), apesar de registrar aumento de 24% no volume transportado, devido a mudanças realizadas nas rotas. O Trem Expresso obteve redução de custos de 6,3% no período. A prestação de serviços de planejamento e gestão logística para terceiros registrou crescimento expressivo, passando de R$ 700 mil no segundo trimestre de 2006 para R$ 2,4 milhões no mesmo período de 2007(242,9%), graças ao recebimento de parcela de ganho de produtividade obtida pelos clientes. “Seguindo nossa estratégia de atuação, continuaremos concentrando esforços na expansão da oferta de nossos serviços intermodais, buscando as oportunidades criadas pelo desenvolvimento econômico e pelo comércio exterior brasileiro. Estão em andamento as obras de melhoria e aquisição de equipamentos para ampliação da capacidade do TVV, adquirimos direitos de tonelagem da Frota Oceânica e Amazônica S/A que nos permitirão ampliar a capacidade de transporte no serviço de Navegação Costeira e obtivemos avanços importantes no projeto de construção dos cinco novos navios de 2.700 TEUs seguindo o cronograma proposto” afirma Mauro Oliveira Dias, diretor presidente da Log-In.