Av. Paulista, 1313 - 9º Andar - Conjunto 912 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Primeiro trem do Metrô de São Paulo completa 35 anos

30.08.2007 | | ABIFER News

Em 28/08/72 chegaram os dois primeiros carros (de um conjunto de seis) do primeiro trem metroviário brasileiro. O primeiro trem do Metrô de São Paulo comemora 35 anos, dia 28. Nessa data, em agosto de 1972, chegaram os dois primeiros carros (de um conjunto de seis) do primeiro trem metroviário brasileiro. As obras de implantação do Pátio Jabaquara ainda não estavam terminadas mas os técnicos e engenheiros da Companhia iniciaram imediatamente os testes nos sistemas elétricos, eletrônicos, mecânicos e pneumáticos dos carros-protótipos nas vias já construídas. O objetivo era preparar os carros para o primeiro teste oficial, que iria ocorrer no dia 6 de setembro, inauguração do Pátio Jabaquara, na presença do presidente do Brasil na época, Emílio Garrastazu Medici. Atualmente, esses dois primeiros carros da frota de trens do Metrô fazem parte da composição nº 33 da Linha 1-Azul (Jabaquara-Tucuruvi). Essa unidade já percorreu 3.402 milhões de quilômetros, o que equivale a 4,5 viagens ida e volta à Lua. O trem 33 pode fazer 14 viagens completas por dia na linha 1, número equivalente a 566,6 quilômetros de percurso na operação comercial. Os trens da Linha 1 são capazes de atingir 100 quilômetros por hora, em 25 segundos. Cada carro vazio pesa 33 toneladas e possui quatro motores. Modificações no trem A composição 33, assim como as outras 50 da frota da Linha 1- Azul, pouco mudou em relação à sua configuração original. Desde o início da operação comercial do Metrô, em setembro 1974, até hoje, o trem recebeu um moderno sistema de portas, para tornar a viagem mais segura. Esse novo sistema é dotado de um microprocessador de última geração, capaz de diagnosticar e informar a solução adequada para sanar eventuais falhas. Além dessa modificação, foram instaladas barras pega-mãos no salão do carro, uma central e outra abaixo dos circuladores de ar, para melhorar o apoio dos usuários durante a viagem. Também foi instalado mais um extintor de incêndio em cada carro. Estão sendo estudadas outras modernizações nos trens da Linha 1- Azul, como ampliação do espaço no interior dos carros com a eliminação das cabines intermediárias, banco para obeso, balaústres com cor contrastante, instalação de câmeras de vigilância e de equipamentos de detecção de incêndio e aumento do nível de iluminação. Trens têm 4 anos de certificação A Gerência de Manutenção do Metrô completou, no último dia 11 de abril, 4 anos da certificação ISO 9001:2000 para os trens da Linha 1- Azul. A certificação concedida pelo Germanischer Lloyd Certification tem validade internacional. A cada ano uma nova auditoria é realizada pelo órgão certificador, garantindo, com isso, o padrão de atendimento já conquistado.