Av. Paulista, 1313 - 8º andar - conjunto 801 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Renovação da Malha Paulista trará investimento de R$ 2,2 bi para solução de conflitos urbanos

11.09.2018 | | Notícias de Mercado

A renovação antecipada da concessão da Malha Paulista vai trazer R$ 2,2 bilhões em investimentos para solução de conflitos urbanos em São Paulo, além de R$ 4,9 bilhões construção, compra de equipamentos e melhoria na linha existentes.

É o que prevê a proposta que a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) encaminhou para o ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil nesta sexta-feira (31), após 16 meses de análise das contribuições da audiência pública do projeto.

A Agência iNFRA teve acesso a trechos do documento aprovado pela diretoria da ANTT. Em resumo, há 10 principais mudanças propostas em relação ao modelo originalmente apresentado na Audiência Pública em dezembro de 2016. São elas:

– Ajuste na demanda para garantir Direito de Passagem da Ferrovia Norte-Sul;
– Correção de estudos operacionais;
– Recuperação dos ramais Panorama e Colômbia;
– Aprimoramento dos estudos e devolução imediata dos ramais de Cajati, Piracicaba e Varginha;
– Cobrança prévia dos passivos e multas;
– Detalhamento dos projetos de obras;
– Redimensionamento de frota, com uso de direito de passagem para a Malha Norte ao invés de tráfego mútuo;
– Regulação prévia do Direito de Passagem;
– Alocação de risco de obras novas no concessionário;
– Recomendação para solução de ações judiciais em curso antes da assinatura.

No detalhamento dos investimentos obrigatórios, a ANTT previu que a concessionária terá que utilizar R$ 1,9 bilhão em obras obrigatórias de ampliação de capacidade e outros R$ 1,9 bilhão em melhoria do material rodante e dos trilhos existentes.

Fonte: Agência iNFRA
Data: 04/09/2018