Av. Paulista, 1313 - 8º andar - conjunto 801 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Veja a estação Moema do alto, próxima a ser inaugurada na Linha 5

06.03.2018 | | Não categorizado

Trabalhos seguem na reta final ao nível de superfície com asfaltamento e montagem da cobertura do acesso secundário. Foto: Fernando Galfo/Divulgação

Enquanto os usuários da Linha 5-Lilás conhecem a nova estação Eucaliptos, inaugurada na última sexta-feira (2), a cerca de um quilômetro dali outra estação, Moema, recebe os últimos ajustes antes de ficar pronta. Segundo o governador Geraldo Alckmin, ela será a próxima a ser aberta, entre o final de março e o início de abril.
O blog mostra aqui imagens inéditas feitas pelo colaborador Fernando Galfo do alto de um prédio ao lado da estação neste sábado. Elas revelam que a nova estação já está muito próxima da sua forma final.

No canteiro principal, a cúpula arredondada, marca registrada da expansão, parece pronta, com direito ao jardim que a circunda. As clarabóias localizadas na praça erguida sobre a estação também estão nos retoques finais. É possível notar, mesmo à distância, que o piso tátil, em azul, também foi instalado. As janelas do prédio técnico estão passando por acabamento e os últimos trechos do terreno recebem o piso.

A avenida Ibirapuera, que foi interditada parcialmente para a obra, já recebe camadas de asfalto enquanto a rua em frente à Paróquia Nossa Senhora de Aparecida e avenida Divino Salvador voltam a ganhar seus contornos, eliminados enquanto duraram os trabalhos.

Do outro lado da avenida, o acesso secundário, mais atrasado, recebe a cobertura metálica de desenho original e bem mais inspirado que a maior parte do que se viu até agora no ramal. Aparentemente, as escadas rolantes foram montadas (cobertas por uma lona preta) enquanto a estrutura do elevador permanece vazia.

No aguardo do CBTC

O Metrô tem cerca de quatro semanas para finalizar a estação a tempo de ser inaugurada por Alckmin, que deve se descompatibilizar do cargo para concorrer nas eleições deste ano. Se a parte civil e de sistemas parece ter tempo suficiente para ser concluída resta saber se a Bombardier conseguirá entregar uma versão do software de controle dos trens, o chamado CBTC, capaz de permitir que os trens cheguem até Moema. Quando isso ocorrer, faltarão apenas cinco estações para a Linha 5 ser concluída.

Fonte: Metrô CPTM
Data: 04/03/2018