Av. Paulista, 1313 - 8º andar - conjunto 801 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

VLT: o sonho de Dom Milton

09.08.2019 | | Notícias do Mercado

O sonho de D. Milton é o sonho dos cuiabanos que está prestes a se concretizar

Há poucos dias fui recebido pelo Arcebispo da Arquidiocese de Cuiabá, Dom Milton Antônio dos Santos. A conversa republicana foi pautada na Campanha da Fraternidade (CF) 2019, cujo tema é “Fraternidade e Políticas Públicas”.

Nesta Campanha, a Igreja Católica, inspirada no trecho da Bíblia que nos diz: “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1, 27), busca chamar a atenção dos cristãos para o tema das políticas públicas, ações e programas desenvolvidos pelo Estado no sentido de garantir e colocar em prática direitos que são previstos na Constituição Federal e em outras leis.

Um desses direitos é o de ir e vir para se deslocar ao trabalho, escola e lazer. Estamos falando de uma mobilidade urbana com conforto, rapidez, segurança, e de uma forma ecologicamente correta. A garantia de tudo isso está principalmente no transporte público de qualidade, que falta em nossa capital.

Neste sentido, fui convidá-lo, no dever de bom cristão, para a próxima reunião do Movimento Pró VLT, dia 12 de agosto, às 10:30 horas no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). Para a minha grata surpresa, ouvi nas sábias palavras de D. Milton o grande desejo de sua vida: “Vuolo, tenho um sonho. Descer uns poucos metros a ladeira da Igreja Bom Despacho até a Estação da Avenida da Prainha, pegar o VLT e passear até o aeroporto de Várzea Grande para saborear um cafezinho”.

O sonho de D. Milton é o sonho dos cuiabanos que está prestes a se concretizar. Afinal, com a criação da Portaria 1.674 de 11 de julho de 2019, formado pelos governos federal, estadual e CEF, o GT tem até quatro meses para definir se a conclusão das obras será feita pelo Estado, por uma Parceria Público Privada ou a privatização.

A palavra profética da Igreja Católica, muito bem conduzida em Cuiabá por D. Milton, busca “estimular a participação em Políticas Públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais de fraternidade”, justamente o que estamos fazendo com a mobilização das lideranças sociais e da sociedade em geral para que possamos pressionar as autoridades públicas a uma ação positiva e direta em favor da mobilidade urbana e da garantia dos direitos das pessoas simbolizada neste momento no VLT, que poderá passar de um marco da incompetência  para um exemplo de política pública que se espraie e transforme Cuiabá e Várzea Grande em lugares de bem viver.

Não vamos deixar o foco do momento, que é a conclusão dessa primeira etapa do VLT, mas sabemos que não devemos parar por aí. Esta deve ser a mobilização que demonstre nossa capacidade em pensar alternativas humanas, sustentáveis e saudáveis para a locomoção das pessoas na Região Metropolitana, unindo e combinando vários meios de transporte que valorizem a vida e apoiem o desenvolvimento das duas cidades, atraindo turistas e fazendo com que nossos cidadãos possam curtir melhor as maravilhas que temos.

 

VICENTE VUOLO é economista e cientista político.

 

Fonte: Mídia News

Data: 09/08/2019