Av. Paulista, 1313 - 8º andar - conjunto 801 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Institucional

NOS TRILHOS DO DESENVOLVIMENTO

A ABIFER reúne fabricantes de Locomotivas diesel-elétricas, Vagões de carga de todos os tipos, Máquinas de construção e manutenção de vias, Vagões siderúrgicos, Veículos rodoferroviários, Máquinas de construção e manutenção de vias, Trens Unidades Elétricos (metrô, metrô leve e de superfície), Veículos Leves sobre Trilhos (VLT), Monotrilhos, Trens Regionais, Trens de Alta Velocidade (TAV), interiorismo de carros (assentos, revestimentos, portas e janelas), sistemas de sinalização, eletrificação, telecomunicação e choque e tração, baterias, motores de tração, transformadores, compressores, freios, pantógrafos, ar condicionado, truques de aço fundido e fabricados de chapa e seus componentes: rodas, eixos, travessas laterais, sapatas e molas, além de materiais para via permanente: fixações elásticas, talas de junção, aparelhos de mudança de via, soldagem de trilhos e dormentes de concreto, aço e plástico. Fabricantes de peças em geral, de aço, ferro fundido, alumínio e borracha. Congrega também empresas de serviços de engenharia, de manutenção, reparação e modernização de veículos ferroviários e de remanufatura de rolamentos.


MISSÃO

Fomentar o crescimento da indústria ferroviária instalada no País, incentivando a expansão do transporte ferroviário de carga e de passageiros e oferecendo, através de suas associadas, suporte técnico às concessionárias e a seus usuários.

TRADIÇÃO

A ABIFER foi fundada no dia 8 de agosto de 1977 por fabricantes de equipamentos para o sistema ferroviário, com o objetivo de destacar a importância da indústria e do transporte ferroviário de carga e de passageiros. Mantém relacionamento permanente com operadoras, autoridades governamentais e do legislativo, BNDES, universidades e com os mais diversos segmentos de nossa sociedade.


METAS DA ABIFER

  • Implementar, em consonância com as concessionárias, programas de inovações tecnológicas para o aprimoramento contínuo dos equipamentos e componentes ferroviários;
  • Atuar junto ao BNDES e outros bancos de fomento, para obter as condições mais favoráveis de financiamento para a aquisição de equipamentos ferroviários, bem como para a sua manutenção e modernização;
  • Promover a intermodalidade, sem perder de vista a necessidade do equilíbrio da matriz brasileira de transporte de cargas, ainda bastante distorcida e desfavorável ao nosso setor;
  • Incentivar a expansão da malha ferroviária, hoje extremamente aquém dos padrões mundiais, promovendo a otimização dos acessos ferroviários aos portos;
  • Apoiar o projeto de implantação dos Trens Regionais, com a máxima participação da indústria ferroviária brasileira na sua execução;
  • Colaborar com a EPL (Empresa de Planejamento e Logística), VALEC, DNIT e PPI;
  • Defender um fluxo contínuo de investimentos, a médio e longo prazos, para a implantação de uma infraestrutura de transporte  ferroviário de carga e de passageiros que viabilize o desenvolvimento sustentável das principais cidades brasileiras.

 

INDÚSTRIA FERROVIÁRIA BRASILEIRA

A indústria ferroviária brasileira é a maior da América do Sul. Além de empresas genuinamente nacionais, empresas mundiais do setor estão instaladas no Brasil, em modernas fábricas, utilizando engenharia e mão de obra especializada nacionais.

A competitividade e qualidade da indústria nacional estão atestadas em sua longa história de exportações de vagões, carros de passageiros, locomotivas, seus componentes e materiais de via permanente, concorrendo com renomadas empresas internacionais nos cinco continentes. A inovação tecnológica é um dos principais objetivos estratégicos da indústria ferroviária brasileira. O setor acompanha a evolução da tecnologia mundial, o que lhe garante uma presença marcante no mercado globalizado. Possui um competente corpo técnico, com recursos para desenvolver e absorver todo tipo de tecnologia. Fabricando vagões de carga de todos os tipos, para o transporte dos mais diversos produtos, como minérios, grãos, líquidos, siderúrgicos e industrializados em geral, através de contêineres, a indústria ferroviária brasileira desenvolve e fornece vagões específicos ao produto que se deseja transportar, trabalhando em parceria com as concessionárias e seus usuários. Locomotivas de alta potência, com corrente alternada, são produzidas no País. Carros de metrô e de superfície, VLTs, monotrilhos e sistemas de sinalização também são fabricados no País e fornecidos às operadoras nacionais para atender a seus projetos de expansão e revitalização. A indústria nacional oferece às operadoras de carga e de passageiros serviços de repotenciamento e modernização de equipamentos ferroviários e de seus componentes.

ATIVIDADES

  • Incentivar, patrocinar e desenvolver estudos e pesquisas de interesse do desenvolvimento do transporte ferroviário;
  • Divulgar informações, estudos e projetos que contribuam para criar uma consciência nacional das necessidades e potencialidades do setor, assim como de sua importância para o desenvolvimento econômico da nação;
  • Colaborar com os órgãos que atuam na formulação e implantação dos programas de transporte;
  • Atuar no desenvolvimento da indústria nacional de equipamentos ferroviários;
  • Estimular o aprimoramento da tecnologia ferroviária nacional, através de convênios ou intercâmbios com universidades e instituições de pesquisa oficiais e privadas;
  • Projetar a imagem da indústria ferroviária nacional no País e no exterior;
  • Atuar na definição da política industrial junto ao Governo;
  • Manter intercâmbio com entidades ou instituições congêneres, empresas oficiais e privadas, nacionais ou internacionais, que possam colaborar para o desenvolvimento das atividades e a consecução das metas da ABIFER.

CÓDIGO DE CONDUTA ABIFER

O código de conduta ABIFER tem como objetivo estabelecer padrões de conduta que norteiem as atividades da ABIFER junto às suas Associadas e quando as representar junto ao mercado, no sentido de promover todas suas ações de acordo com as leis vigentes e pautadas em padrões éticos e de boa-fé reconhecidos pela sociedade.

Visualizar nosso Código de Conduta