Av. Paulista, 1313 - 9º Andar - Conjunto 912 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Monotrilho da linha 15-Prata volta em 31 de maio ou 1º de junho, diz Baldy

22.05.2020 | | Notícias do Mercado

Na próxima semana, serão realizados últimos testes

 

Composições paradas em pátio

O monotrilho da linha 15-Prata deve voltar a funcionar, mesmo que parcialmente, em 31 de maio ou 01º de junho.

A previsão é do secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em entrevista à Globo.

Na próxima semana, serão realizados últimos testes

A linha parou de  funcionar desde 29 de fevereiro de 2020. Um jogo de pneus da composição M20 estourou no dia 27 de fevereiro de 2020, uma quinta-feira, na estação Jardim Planalto, zona Leste, às 6h40 aproximadamente.  A parte de uma peça interna da roda, chamada runflat, foi lançada na direção de uma loja na Avenida Sapopemba, como revelou o Diário do Transporte. Ninguém foi atingido pelo equipamento de grandes dimensões que caiu de 15 metros de altura. A estimativa foi de prejuízos diários de R$ 1 milhão, entre perda de receita e custo com os ônibus da operação PAESE.

Em entrevista a portais de mobilidade, entre os quais, o Diário do Transporte, Baldy já tinha feito promessa  semelhanrte no dia 15 de maio.

Acreditamos que o relatório apresentado, de modo ainda não conclusivo pela Bombardier, dá a correta posição de que o run flat é o responsável pela situação de o pneu ter estourado”, disse.

“A Bombardier concluindo os testes, foram muitas as investigações, muitos os testes, idas e vindas de peça, até troca de graxa foi realizado para que todos os pontos pudessem ser criteriosamente analisados”, completou na ocasião.

Não foi mencionado como será a operação, mas de acordo com estimativas e informações do próprio secretário em momentos anteriores, os trens devem voltar a operar primeiro entre as estações Vila Prudente e Jardim Planalto, com o trajeto entre Jd. Planalto e São Mateus, demoraria um pouco mais, sendo atendido por ônibus do PAESE como ocorre atualmente.

 

Fonte: Diário do Transporte

Data: 20/05/2020