Av. Paulista, 1313 - 9º Andar - Conjunto 912 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Resultados da Alstom para o ano fiscal 2019/20

19.05.2020 | | Notícias do Mercado

• Forte impulso comercial com € 9,9 bilhões em pedidos, consolidando um backlog líder no setor, de € 40,9 bilhões

• Vendas atingindo € 8,2 bilhões, com crescimento de 2% (1% orgânico), incluindo impacto limitado da Covid-19 no final do ano

• Melhoria continuada da margem EBIT ajustada em 7,7%

• Estratégia Alstom in Motion implementada conforme planejado em 2019/20

• Impacto da crise da Covid-19 em 2020/21 a ser avaliado mais a fundo

• O objetivo do crescimento médio anual de 5% das vendas no período 2019/20 – 2022/23 deve ser ligeiramente impactado, mas os objetivos de 2022/23 de 9% de margem EBIT e taxa FCF/lucro líquido superior a 80% estão confirmados

• Fundamentos sólidos do mercado ferroviário impulsionados pelas necessidades de transporte sustentável

18 de maio de 2020 – Entre 1º de abril de 2019 e 31 de março de 2020, a Alstom registrou € 9,9 bilhões em pedidos, consolidando um backlog líder no setor, de € 40,9 bilhões. As vendas atingiram € 8,2 bilhões. O índice book-to-bill de 1,2 foi sólido. O EBIT ajustado subiu para € 630 milhões, levando a uma margem ajustada de EBIT de 7,7%. O lucro líquido (de operações continuadas, participação do grupo) totalizou € 446 milhões. Os resultados do ano fiscal de 2019/20 estão alinhados com as perspectivas para o ano, definidas durante o Dia do Mercado de Capitais da Alstom, em junho passado, embora tenham sido impactados pela pandemia de Covid-19 no final do ano.

A Alstom se beneficia de um balanço bastante sólido. Durante o ano fiscal 2019/20, o fluxo de caixa livre atingiu € 206 milhões. O caixa líquido totalizou € 1,178 bilhão em 31 de março de 2020. O patrimônio líquido somava € 3,328 bilhões em 31 de março de 2020.

No contexto da crise atual, e com espírito de responsabilidade para com todos os seus stakeholders, o Conselho de Administração, em sua assembleia de 11 de maio de 2020, decidiu como medida excepcional não propor uma distribuição de dividendos na próxima assembleia de acionistas, em 8 de julho.

“Este ano fiscal foi o primeiro de nossa nova estratégia Alstom in Motion, lançada em junho passado e que agora está sendo implementada em todo o Grupo. Embora considerado um ano de estabilização, a Alstom desfrutou de forte impulso comercial em um mercado ferroviário muito dinâmico. Fechamos grandes pedidos, especialmente na Europa e na Ásia-Pacífico. Além disso, garantimos pedidos pioneiros para nossas soluções de mobilidade ecológica, ilustrando o potencial dessas tecnologias e o dinamismo da mudança para modos de transporte sem carbono. A melhoria contínua em nosso desempenho operacional demonstra o foco do Grupo no crescimento rentável.
O final do ano fiscal foi marcado pela crise sem precedentes da Covid-19. A Alstom considera a saúde e segurança de seus funcionários e stakeholders sua maior prioridade durante este período. Estamos confiantes na resiliência dos negócios da Alstom no médio prazo, dados os fundamentos do mercado ferroviário e, em particular, a necessidade de uma mobilidade mais ecológica,” afirmou Henri Poupart-Lafarge, Chairman e Chief Executive Officer da Alstom.

***

Clique aqui para baixar a versão completa em PDF.

Sobre a Alstom

Liderando o caminho para uma mobilidade mais verde e inteligente em todo o mundo, a Alstom desenvolve e comercializa sistemas integrados que fornecem as bases sustentáveis para o futuro do transporte. A Alstom oferece uma gama completa de equipamentos e serviços, de trens de alta velocidade, metrôs, VLTs e ônibus eletrônicos a sistemas integrados, serviços personalizados, infraestrutura, sinalização e soluções de mobilidade digital. A Alstom registrou € 8,2 bilhões em vendas e € 9,9 bilhões em pedidos no ano fiscal de 2019/20. Sediada na França, a Alstom está presente em mais de 60 países e conta com 38.900 funcionários.
Data: 18/05/2020