Av. Paulista, 1313 - 9º Andar - Conjunto 912 (11) 3289-1667 abifer@abifer.org.br
pt-bren

Wabtec tem novo presidente para a América Latina

23.10.2020 | | Notícias do Mercado

Danilo Miyasato. Foto: Divulgação/Wabtec

A Wabtec Corporation nomeou hoje Danilo Miyasato como presidente e líder Regional para a América Latina. Ele substituirá Marcos Costa, que se aposenta no fim de 2020, após 40 anos de trajetória profissional. Miyasato vai assumir efetivamente o cargo no dia 1º de janeiro de 2021 e será responsável por liderar as operações de carga e passageiros na região.

Miyasato é bacharel em engenharia civil pela Universidade de São Paulo, com MBA pela Fundação Dom Cabral. Tem 18 anos de experiência nas indústrias de transporte, logística e manufatura. Está na Wabtec há 12 anos, onde assumiu diversas funções na área de vendas, uma delas de executivo de vendas para América Latina. Antes de ingressar na Wabtec, ocupou cargos de liderança e passou por empresas do setor ferroviário, como América Latina Logística e MRS. Miyasato fará uma transição com Marcos Costa até o fim deste ano.

”Estou ansioso para liderar a equipe dedicada e talentosa da Wabtec na América Latina”, disse o executivo, afirmando que a região tem muitas oportunidades de crescimento. ”Nossa equipe têm capacidade para entregar soluções de transporte sustentáveis”, ressaltou.

O presidente e CEO da Wabtec, Rafael Santana, fez elogios a Miyasato. ”Dispõe de relacionamento com o cliente, conhecimento de operações, abordagem estratégica e liderança para alavancar oportunidades de crescimento e continuar posicionando a Wabtec para o sucesso nesta importante região”.

Para Marcos Costa, ”a transição ocorre em um momento de força na Wabtec, devido ao portfólio diversificado, excelente equipe de gestão e forte carteira de pedidos na América Latina”, disse, completando: ”Durante todo o meu tempo na Wabtec, fui honrado pelo compromisso e trabalho árduo de nosso time e sua paixão em criar uma empresa voltada para o propósito de melhorar a indústria de transporte e logística na América Latina.”

 

Fonte: Revista Ferroviária

Data: 21/10/2020